Carne Viva, de Lucianno Maza (2015)

Carne Viva

Fotos  |  Livro


Design Gráfico Fernando Carvalho
Design Gráfico Fernando Carvalho

“Lembro-me do útero materno. Do mar em que me afogava na inexistência.

Sem pânico, sem medo, sem nada. Lembro-me de mim a nascer, a abrir a minha mãe virgem, atravessando-me ao mundo por entre as suas carnes.

Lembro-me dos sonhos que não tive. Lembro-me das águas revoltas do novo mar da vida. Lembranças de um tempo qualquer.”

Lucianno Maza


CARNE VIVA, texto inédito do brasileiro Lucianno Maza com estreia absoluta e encenação do autor, conta a história de “Uma Mulher”, destituída de nome ou qualquer característica em especial, apenas a sua identidade de género sobressai: a sua condição feminina. Esposa perfeita – ou que tenta aparentar tal perfeição – sempre a preparar algo para saciar a fome do seu marido, enquanto dentro de si uma ebulição acontece.

Ao receber um pedaço de carne para cortar em bifes, esta personagem do quotidiano, comum em muitas casas, adquire ares espectaculares, entrando num transe espiritual e carnal. Acredita ser o próprio Jesus Cristo – aquele cuja carne foi perfurada violentamente e cujo corpo se come na eucaristia.

Misturando o sagrado da narrativa cristã ao profano do drama doméstico, a história discute o lugar ocupado pela mulher numa sociedade patriarcal, representada por um Deus masculino. Entre delírios e consciências da mente, “Uma Mulher” percorre diferentes momentos da sua vida, na busca pela liberdade da cruz social, à qual ela e tantas outras mulheres parecem condenadas.

Originalmente um monólogo, esta encenação reúne em cena três intérpretes das linguagens do teatro: teatro gestual e canto.



Nota de Intenções

A encenação desta história é trabalhar com os elementos do sagrado e do profano.

O texto relata diferentes histórias sagradas, que nos contam a história da humanidade, reflectindo sobre os absurdos cometidos em nome de Deus ou de “Uma Mulher”, sejam eles na Terra Santa, no Brasil ou em Portugal.
CARNE VIVA une de forma indissolúvel a inter-religiosidade e a condição da mulher.

A dor da sua existência é sublimada pelo seu vómito catártico, onde a sua memória se mistura com as memórias de outros tempos, e as que lhe falam do período da Galileia assumem uma proporção imensurável.

De forma arrojada, e despojada de preconceitos se abordam questões da condição da mulher e se promove a discussão da igualdade de Género. Fazê-lo através de um texto com uma enorme densidade dramática, que aborda várias visões culturais e religiosas sobre o tema é um desafio motivador.

Este espectáculo contribui com uma iniciativa concreta para a promoção do entendimento mútuo, o respeito pela diversidade, dignidade e direitos entre os povos, através desta Arte catalisadora do diálogo intercultural que é o Teatro.

CARNE VIVA é um manifesto que se bate por um mundo mais justo e equitativo, onde Homens e Mulheres sejam tratados e se tratem como iguais.

O espectáculo foi criado e desenvolvido durante o Verão de 2015, num acolhimento ao autor e encenador, Lucianno Maza, em Portugal, pelo Teatro Estúdio Fontenova. Reforçámos a importância das redes e parcerias para o nascimento deste trabalho, a 57ª produção do TEF.


FICHA ARTÍSTICA E TÉCNICA

Texto e Encenação: Lucianno Maza Assistente de Encenação e Desenho de Luz:  José Maria Dias | Interpretação: Graziela Dias, Eduardo Dias e Sofia Crispim Rosado | Música Original: Bruno Moraes | Cenografia em Co-Criação: Lucianno Maza e Ricardo Guerreiro Campos | Voz-off (participação especial): Juliana Galdino (BR) | Sara Ribeiro (PT) | Criação de Figurino: Sara Rodrigues | Execução de Figurino : Gertrudes Félix | Criação de Maquilhagem: Raphael Henry | Cabelos: Luísa Mendão | Vídeo, Operação Luz e Som: Leonardo Silva  | Pós-produção de Áudio: Pedro Angelino   Design Gráfico: Fernando Carvalho | Fotografia: Pedro Soares | Produção e Apoio Linguístico: Patrícia Paixão

Agradecimentos: Casa da Cultura/ Estúdio de Gravação, Luísa Mendão, Eva Pereira e Gertrudes Félix

Criação 2015

Duração 60 min

Classificação Etária M/16 anos

Teatro Estúdio Fontenova