A Noite dos Assassinos (1998)

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

A Noite dos Assassinos

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

“A Noite dos Assassinos” de José Triana com encenação de Ruy de Matos (Teatro Nacional D. Maria II)

A peça cubana foi escrita em 1959 e proibida nos anos 60 por ser considerada anti-revolucionária. “A Noite dos Assassinos”, de José Triana funciona como uma metáfora dramática do clima vivido na década de 60 naquele país, focada no conflito de gerações entre pais e filhos, especificamente em relação aos valores educacionais daqueles e a revolta destes,traçando o retrato de uma complexa relação entre irmãos.

 

Último espectáculo no pequeno auditório do Circulo Cultural de Setúbal

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

Encenação Ruy de Matos Encenação Ruy de Matos Encenação Ruy de Matos Encenação Ruy de Matos Encenação Ruy de Matos Encenação Ruy de Matos Encenação Ruy de Matos Encenação Ruy de Matos Encenação Ruy de Matos Encenação Ruy de Matos
<
>
Encenação Ruy de Matos

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –