Exposição “DESENHAR NUVENS” – José M. Castanheira (2018)

De 3 a 31 de Março | Casa da Avenida

Desenhar Nuvens – Manual de sobrevivência de um Cenógrafo

Exposição de José Manuel Castanheira

Dia 3 de Março

17h – Inauguração da exposição

17h30 – Conversa à mesa do café com José Manuel Castanheira e leitura de textos de José M. Castanheira por Eduardo Dias, Graziela Dias, Maria Emília Castanheira e apontamento musical Pedro Castanheira.

“Na maioria dos lugares onde precisei de explicar quem era e o que faço na vida, deparei sempre com o mesmo problema: quase ninguém sabe o que é um cenógrafo. O que faz? Para que serve? Ao fim de quarenta anos de intensa actividade profissional verifico que abracei uma profissão que quase parece não existir.

Na construção de qualquer espectáculo a visão do cenógrafo é indispensável. Só ele tem o verdadeiro saber e experiência para inventar esses espaços imaginários. Não se trata de haver ou não capacidade económica. Não. Saber onde colocar uma cadeira para uma cena no espaço aparentemente vazio, um tapete, um candeeiro são tarefas do cenógrafo. E isso é uma questão que diz respeito à própria sobrevivência do espectáculo. Através de pequenas histórias, experiências e reflexões, compilei tudo naquilo a que, em subtítulo chamei Manual de sobrevivência de um Cenógrafo. Manual incompleto, seguramente, mas talvez suficiente para dar uma ideia da dimensão e território da actividade de um cenógrafo, enquanto inventor de espaços para a representação de histórias.” José Manuel Castanheira

Exposição de José Manuel Castanheira - 3 A 31 DE MARÇO - Casa da Avenida - Setúbal
Exposição de José Manuel Castanheira – 3 A 31 DE MARÇO – Casa da Avenida – Setúbal

Organização: Casa da Avenida, Município de Setúbal e Teatro Estúdio Fontenova