Fotografia Leonardo Silva / Design Gráfico Fernando Carvalho

Ah! Minha Dinamene! (2018)



Tal como um pequeno grão, uma vez triturado, é parte da farinha que faz o pão, os anseios e liberdades das mulheres, alimentam a mó da sociedade patriarcal para fazer o pão que o Diabo amassou que as próprias hão-de comer.

Sobre mulheres, aquelas que não podiam fugir às inevitabilidades da sobrevivência, abandonadas e obrigadas a escolher entre a fé e a prostituição. Texto original de Luísa Monteiro, a partir de investigação histórica de José Luís Neto, e das Cartas de Perdão do séc. XV, apresentadas a D. João II pelas centenas de mulheres condenadas ao exílio. O espectáculo tem a singularidade de parte da narrativa ser deixada em aberto, esta será escrita por um autor da cidade onde o espectáculo ocorrer, com interpretação de uma actriz local, envolvendo a comunidade, a história e gentes de onde estiver em cena.

Classificação Etária
M/ 12

Duração
55 minutos – sem intervalo

Reservas de Bilhetes

Normal 8€ | Descontos: 6€ (estudantes, menores de 25, maiores de 65 e profissionais do espectáculo).

INFORMAÇÕES:
tef@sapo.pt | 927 718 386 | 265 233 299

Abertura 1 hora antes. Guardamos a reserva até 30 minutos antes do início do espectáculo.


Texto: Luísa Monteiro | Encenação: José Maria Dias | Composição Musical: Jorge Salgueiro | Interpretação: Graziela Dias, Carolina Ferreira, Rafaela Bidarra, Patrícia Paixão | Violoncelista: Marco Madeira | Coro: Carolina Ferreira, Eduardo Dias, Patrícia Paixão | Espaço Cénico e Desenho de Luz: José Maria Dias | Figurinos: Zé Nova | Fotografia: Leonardo Silva |  Design gráfico: Fernando Carvalho | Vídeo: Leonardo Silva e Hugo Andrade | Operação Técnica: Leonardo Silva e Eduardo Dias | Assistência Técnica: Cosmin Nicolae | Execução de Figurinos: Gertrudes Félix | Frente Casa: Carina Sobrinho e Micaela Castanheira | Produção executiva: Patrícia Paixão | Estrutura Financiada por: República Portuguesa – Cultura / DGARTES – Direcção-Geral das Artes e Câmara Municipal de Setúbal | Apoio Financeiro: Fundação Buehler- Brockhaus | Agradecimentos: Setpão Lda., MCS, ABC do Estudo/Moita e Livraria Universo.